Sociedade Musical e Recreativa Lapa

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home

Informações sobre a banda Zé Pereira



Alegria e Tradição

E-mail Imprimir PDF

Banda do Zé Pereira numa prévia do Zé Pereira 2011. Foto: José H. Martins Júnior

 

A alegria tem data marcada, não somente no carnaval, mas no Zé Pereira. Aos que não aguentam esperar até o carnaval para foliar, no Ribeirão da Ilha acontece há mais de 60 anos o tradicional entrudo ao carnaval, anunciando a folia uma semana antes da data prevista para o início da festa. O evento é realizado em vários locais do Brasil. Alguns atribuem a "invenção" do Zé-Pereira a um comerciante português estabelecido no Rio de Janeiro em meados do século XIX, mas é provável que isso seja apenas uma estória popular. Na segunda metade do século XIX, o termo era usado para qualquer tipo de encontro carnavalesco acompanhado de zabumbas e tambores, semelhantes aos chamados blocos de sujo.

A principal atração do tradicional evento em Florianópolis, também conhecido por Joga n’água, é a Sociedade Musical e Recreativa Lapa, e mais especificamente a Banda do Zé Pereira, composta por músicos da centenária Sociedade. Desde sua origem, da paixão de pescadores e cultivadores da terra pela música, a Amantes do Progresso, vulga Banda da Cera, passou por grandes dificuldades até que seus músicos se unissem à Sociedade Musical Nossa Senhora da Lapa. Até isso ocorrer, as duas bandas tocaram muitas vezes lado a lado nos eventos da comunidade. Na década de 40, aproximadamente, a banda de música da Sociedade Musical Nossa Senhora da Lapa começou a tocar no entrudo ao carnaval, o Zé Pereira, e foi apelidada também de Banda do Zé Pereira.

Atualmente, há um grupo específico para a banda de carnaval dentro da Sociedade Musical e Recreativa Lapa, ainda chamado de Banda do Zé Pereira, que resgata o passado com as tradicionais marchinhas e embala os carnavais do Estado. A Sociedade Musical e Recreativa Lapa organiza o evento através de estrutura para receber, na praia da Freguesia do Ribeirão da Ilha, crianças, jovens, adultos e idosos que queiram se divertir ao som do repertório de tradicionais marchinhas e músicas que fazem sucesso no carnaval baiano, samba e músicas compostas por autores locais, as quais serviram como hinos dos blocos comunitários. A alegria é embalada por vocais, flautins, saxofones, trompetes, trombones, bateria, percussão, cavaco, baixo e guitarra elétrica.

 

Se joga n’água que é carnaval!

 

 

 

 

 

 

LAST_UPDATED2
 
More Articles...


Nossos Parceiros

Agenda & Eventos